Festival de Cerveja Caseira – ACervA – 06/05/2017

Festival de Cerveja Caseira – ACervA – 06/05/2017
08/05/2017 Diretoria
Festival promovido pela Acerva Candanga fomenta cultura cervejeira local
Por Roberta Lopes

Bons papos, camaradagem, e muita, muita cerveja artesanal gelada. Foi nesse clima que centenas de pessoas foram conferir o Festival de Cerveja Caseira promovido pela Acerva Candanga, Mercearia Colaborativa e Ohmybeer. Patrocínio da Candango Bräu.

Catorze cervejeiros caseiros, além de uma feita durante uma brassagem coletiva da Acerva, fizeram a festa dos 150 felizardos que compraram a caneca de chop que dava direito a tomar as cervejas caseiras. Os participantes experimentaram ESBs (Extra Special Bitter), fruit beers, American IPA, Grut beer entre outros estilos.

E quem ficou sem caneca, não ficou com a boca seca! Eles puderam conferir as cervejas feitas aqui no quadradinho das cervejarias Cerrado Beer, Corina, Criolina, Jinbeer, Máfia Beer, Micro – X e Uma.

O presidente da Acerva Candanga, Flávio Barbosa explicou que a intenção do evento era movimentar a cena cervejeira da cidade e mostrar para quem não conhece a cerveja caseira que ela não é um produto de baixa qualidade.

Nós tínhamos dez cervejarias caseiras com produtos de ótima qualidade. Elas passaram por uma avaliação técnica de quatro jurados sommelieres que avaliaram as cervejas dentro de um alto nível de qualidade.”

Dodô, da cervejaria caseira Dodô Brew, levou para o evento uma American Ipa chamada No Code. Esse estilo tem como característica uma cerveja clara, de corpo leve e amarga. Para ele, o evento foi uma oportunidade de mostrar seu produto.

Quando a gente faz cerveja, a gente faz do nosso gosto. Passando um tempo nós queremos mostrar essa cerveja para outras pessoas porque e opinião do outro também é importante”.

Dôdo disse ainda que o feedback sobre a sua cerveja foi ótimo. “Quase todo mundo que provou a minha cerveja gostou bastante. Falaram sobre o aroma, que ela estava dentro do estilo … Então foi muito prazeroso.”

Paulo Cassis, da St Antonius, fez uma tripel – cerveja de estilo belga de cor clara com forte presença de malte. Paulinho, como é conhecido, disse que o evento foi uma ótima oportunidade de ter um feedback sobre a sua cerveja.

Para nós foi uma oportunidade muito boa, principalmente para aqueles que querem divulgar uma marca. Além disso, foi bom ver a receptividade da receita. Para quem faz cerveja é ótimo poder saber se a pessoa gostou ou não”.

Paulinho também elogiou o formato do festival. “As pessoas começaram bebendo a cerveja dos caseiros e depois tomaram as cervejas daqui de Brasília. Isso fez com que as pessoas pudessem conhecer as cervejas da cidade. Dessa maneira pode ser aberto um caminho para que elas [as cervejarias de Brasília] patrocinem mais eventos desse tipo.”

E quem gostou do Festival, mas não pôde ir ou quem gostou e quer mais um não se desespere! Vai ter mais segundo o presidente da Acerva. “A nossa ideia é que esse evento seja realizado a cada dois meses”.

 

fotos: Euller Barros/Hernani

 

0 Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*